Entrevista Leandro Viana, brasileiro morador de Portugal

NodesFoque.com – Leandro, agradeço novamente por estar compartilhando conosco sobre sua estadia em Portugal, pelo tempo dedicado. Então, para iniciar, conta um pouco sobre você e o que fazia no Brasil?

Leandro Viana – Bom, para iniciar esta conversa gostaria imenso de vos introduzir um bocado da minha história. Meu nome é Leandro, tenho 32 anos (até o dia 25 de novembro heheh), como o Tiago referiu anteriormente, fui criado em Redenção – Pa. Vivi no Brasil (em Redenção) até os meus 19 anos, que foi quando tomei a decisão de mudar de vida; diria iniciar uma nova vida. Em Redenção trabalhei em diversas funções, desde ser caixa em lojas, vendas, escritórios e em uma empresa de segurança eletrônica.

Gostaria de destacar que durante todo este tempo vivi em meio a uma tristeza profunda, sentia-me infeliz todo o tempo. Mas falaremos disto mais logo.

NodesFoque.com – Se pudesse destacar, quais foram os motivos que lhe fez decidir mudar do Brasil?

Leandro Viana – Isso é um assunto delicado pois envolve muitas pessoal e muitas situações. Posso destacar as que mais me influenciaram a tomar esta decisão.

A primeira e mais delicada, veio do medo do meu futuro devido a minha orientação sexual. Vivendo em um cidade muito pequena, que até então era demasiado conservadora e onde todas as influencias/empresas estavam interligadas umas com as outras, profissionalmente eu acreditava que não teria sucesso e de fato vivi experiências em que me fizessem acreditar nesta linha de pensamento louca que eu tinha.

Depois, veio o medo pela insegurança. Deixei o Brasil em 2006 e Redenção encontrava-se já em uma situação muito perigosa. Isso sempre assustou-me imenso.

NodesFoque.com – Porque Portugal?

Leandro Viana – Costumo dizer que não escolhi Portugal, Portugal foi que escolheu a mim! Na verdade a vinda para Portugal foi uma decisão que tomei em 1 dia e no intervalo de 1 mês eu já estava pousando em Lisboa hehehe… Consigo lembrar exatamente do momento em que vi o Estádio do Luz de dentro do avião pela primeira vez quando estava a chegar em Portugal (é liiiinnnndo).

Como tinha referido anteriormente, eu encontrava-me em meio a uma tristeza muito grande. Por não me sentir encaixado na sociedade, por viver escondido, por ser rejeitado por muitos, por apanhar muitas vezes na rua e ter de esconder de todos por vergonha (apanhar por ser quem eu era), por ser apontado na rua e uma série de outros fatores (em uma cidade que era pequena e muito conservadora) onde ainda custam-me um bocado falar sobre.

Já existia aqui em Portugal (lá no Algarve) uma pessoa conhecida da minha família e que disponibilizou-se em me receber para os primeiros passos e daí, foi quando comecei a traçar a minha história de liberdade.

NodesFoque.com – Sabemos que mudanças sempre e complicado, como foi os seus primeiros meses fora de casa e do país?

Leandro Viana  – Eu nem diria primeiros meses, diria os primeiros 3 anos. Foram muiiiito complicados. Eu costumo dizer a todos os meus amigos recém chegados, que o prazo que tens para saber se realmente não deves voltar para o Brasil, é de 3 anos. É quando você já consegue conhecer tudo, entender a cultura, e já passou o deslumbre com os preços (que é logo o primeiro impacto) então já consegue “sentir” os prós e contras.

O inicio é sempre muito complicado em qualquer lugar do mundo, mas eu e muitos conseguimos sobreviver hehehe… É tudo uma questão de tentar evitar comparar (que é bem difícil) e estar aberto a uma nova cultura. Aqui eu aprendi o que é diferença e aprendi a conviver e respeitar o novo!

NodesFoque.com – Segundo relatos, esta crescendo um sentimento na Europa de preconceito contra os imigrantes, em Portugal, diretamente contra os brasileiros, já teve alguma experiência neste sentido? E verdade estes relatos, como anda as coisas neste sentido ai atualmente?

Leandro Viana – Mentiria se dissesse que não tinha passado por isso. Passei sim mas não foi algo que me fez desistir e até me fez entender que eu também sempre fui uma pessoa preconceituosa sem me aperceber.
De fato, ainda hoje existe a depender da zona uma especie de preconceito com a comunidade Brasileira mas (apesar de não justificar) tudo tem um porque.
Houve durante algum tempo a vinda de uma quantidade muito grande de brasileiros para Portugal e de igual forma vieram pessoas muito boas, como também vieram outras que nem tanto. Existiu uma onda muito grande de violência ao qual o povo Português não estava habituado. E isso não vinha só da comunidade Brasileira pois Portugal é um pais com uma multiculturalidade muito grande.

Esta situação tem vindo a mudar e graças a Deus cada vez ve-se mais a comunidade brasileira integrada na sociedade.

NodesFoque.com – Você sente vontade de voltar a morar no Brasil?

Leandro Viana – NÃO! No inicio pensei várias vezes em voltar pois sentia muita saudades de algumas pessoas mas nunca do lugar. Hoje tenho minha vida em Portugal. Sou muito feliz aqui…

NodesFoque.com – Ser residente legal em Portugal e complicado? Tem alguma dica para nossos leitores?

Leandro Viana -Bem, o processo para a legalização já foi mais complicado mas passa por mudanças constantes. Atualmente existem muitos Brasileiros a virem para Portugal fugindo da atual situação econômica do Brasil. Quase todos os dias vejo isso nos telejornais. Salvo erro, este ano foi o ano em que mais se expediu títulos de nacionalidade a Brasileiros nos consulados europeus dentro do Brasil , pessoas estas que tem descendência europeia e querem chegar aqui já legalizados então esta pode ser a primeira dica. Se tens descendência europeia tente correr atrás disso antes de vir para cá! Existe um outro processo que é o Titulo de Residencia que é uma especie de visto que te permite viver e trabalhar em Portugal, este mesmo visto te permite viajar por toda a comunidade europeia mas não te permite trabalhar fora de Portugal. Para ter direito ao TR, terá de apresentar ao SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) alguns documentos como contrato de trabalho, comprovativo de no mínimo 6 meses de desconto para a a Segurança Social (é o INSS daqui) e Finanças (Secretaria da Fazenda daqui), comprovar que não cometeu nenhum crime tanto no Brasil como em Portugal, uma declaração da sua atual entidade patronal confirmando que trabalhas para ele. O tipo e quantidade de documentos podem mudar a qualquer momento por isso o mais indicado é ficar sempre de olho no site do SEF https://www.sef.pt/pt/Pages/homepage.aspx

Este artigo ajuda muito para quem quer ter informações mais detalhadas neste sentido https://imigrante.sef.pt/ .

O processo para a Dupla Nacionalidade é diferente e um pouco mais complexo e leva bastante tempo. Tive de esperar quase 8 anos para ter a minha pois tive vários entraves com a minha documentação no Brasil.

NodesFoque.com –  Portugal assim como a maior parte dos países do mundo também passou pela crise de 2008, como foi este período ai?

Leandro Viana – Na verdade Portugal ainda esta a recuperar-se da crise de 2008. Foram tempos muito difíceis pois aumentou consideravelmente o desemprego no país e acreditem, houve uma quantidade espantosa de Portugueses imigrando para outros países da U.E. em busca de uma vida melhor e salários melhores. Mas atualmente as coisas já estão a voltar a organizarem-se e já não esta assim tão complicado. Muitos Portugueses tem regressado de vez para Portugal.

NodesFoque.com – Como anda a economia de Portugal atualmente, existe muitas oportunidades de crescimento ou ficar rico ainda?

Leandro Viana – Portugal não é um País para se ficar rico visto que é um dos países da E.U. com o menor salário. No entanto, é um país onde se tem muitas oportunidades de emprego e empreendedorismo. É de destacar que com pouco se vive bem, a comparar com outros países mais ricos da Europa.

NodesFoque.com – A qualidade de vida em Portugal e realmente boa?

Leandro Viana – Boa não, ótima comparada com a brasileira. Aqui a alimentação é muito acessível, a saúde é muito boa, a educação é referencia, e tem muiiiita cultura. Sem falar que é dos poucos países da Europa com o melhor clima.

NodesFoque.com – O custo de vida e elevado ai?

Leandro Viana – O custo de vida tem aumentado devido a quantidade de estrangeiros que tem investido em Portugal e o país cada vez recebe mais turistas depois de receber vários prêmios como uns dos melhores países da Europa para viver… Aumenta a procura aumentam os preços 🙁 Mas mesmo assim ainda da para viver bem…

Caro é apenas a moradia porque no resto é tudo muito barato.

Um exemplo é que em 2006 alugar um apartamento T1 (Tipologia de 1 quarto + sala+casa de banho+cozinha) no Algarve custava cerca de 350€ hoje em dia este mesmo apartamento custo cerca de 500€.

NodesFoque.com – Aos finais de semana e feriados, o que fazer? rs

Leandro Viana – Atualmente estou a viver em Lisboa então nos fins de semanas e feriados só ficas em casas se quiseres pois o governo investe muito em cultura. Existem sempre muitos museus, muito eventos culturais, feiras, exposições, teatro, shows, recitais e etc. Sem falar que como sabem o que não falta em Portugal é Castelos e história, por isso… Além do mais viajar dentro de Portugal é muito barato e rápido assim como para países vizinhos.
Eu tenho uma panca pela Espanha e pela Irlanda então sempre que da, numa folga por exemplo dou um saltinho lá e pagando muito barato com a Ryanair https://www.ryanair.com/pt/pt/ .

O Porto então é uma cidade lindíssima e cheia de história e a gastronomia é incrível.

Sou o tipo de pessoa que viaja para comer hehehe…

Vou lá muitas vezes nas minhas folgas em um voo de 55 minutos e pagando cerca de 10€ por trajeto. Já deixo a dica, se vierem a Portugal um lugar a visitar é o Porto. Não sei se já sabiam mas no Porto existe uma livraria chamada Lello onde a autora do livro Harry Potter ao escrever o livro quando ela vivia aqui em Portugal usou a livraria como inspiração para a escola onde o Harry Potter estudava assim como as vestimentas dos personagens é inspirada nos trajes que os universitários ainda usam aqui. Volta e meia encontro celebridades Brasileira por lá a passeio…

NodesFoque.com – Vejo muitas fotos da Ilha da madeira e de Portugal no geral e bonito mesmo como parece ou e Fake?

Leandro Viana – Portugal é lindíssimo! Não sei de que fotos é que se refere exatamente mas de todas as fotos que vi na internet condizem com a mais pura verdade.

NodesFoque.com – Para quem esta planejando mudar, quais seriam as suas dicas?

Leandro Viana – A primeira coisa a fazer é correr atrás da legalização. fiquei 2 anos ilegais até ter a minha primeira Autorização de Residencia. É complicado para viver sem documentos. Hoje tenho a dupla nacionalidade então tudo ficou muiiiiiito mais fácil e sem falar que deixas de andar as escondidas.

Se tiverem a oportunidade de tratar de tudo antes de vir melhor ainda…

Uma outra dica muito muito muito importante é que dediquem-se a estudar inglês antes de vir. Quem domina a língua inglesa tem mais oportunidades visto que Portugal está cheio de estrangeiros de todas as partes do mundo. Um exemplo é que na esplendorosa Praça do Comércio ou mesmo no Cais do Sodré, Bairro Alto e etc. quase não se escuta mais português. Para arranjar trabalho é muito mais fácil!

NodesFoque.com – Nossa, estou muito feliz com a sua entrevista, agradeço mesmo a colaboração. Quem sabe em breve nós brasileiros possamos passear ou mudar para Portugal e lhe visitamos! hahaha
O espaço esta aberto para suas considerações ou mandar aquele abraço para alguém!

Leandro Viana – Gostaria de agradecer o convite para contar resumidamente a minha experiência nestes 12 anos aqui em Portugal. Aproveito para deixar aqui os meus votos de muito sucesso ao site nossodinheiro.com e desejo de igual forma que ele seja um diferencial na sociedade e principalmente que seja uma diferença em Redenção. O convite para virem conhecer Portugal fica estendido a todos os leitores, se vierem de coração aberto ao novo garanto que não vão se decepcionar. 😉

E aos meus amigos do Brasil um “abreijo” a todos!

Grato.

Visits: 1927

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.