Startup terá que contratar motoristas em regime CLT, determina justiça.

A 8ª vara da do trabalho de São Paulo determinou que a empresa Loggi contrate todos motoristas registrado em seus site e aplicativo no regime CLT além de ter que pagar um valor de 30 milhões como “compensação pecuniária”.

A Loggi é uma startup de logística que vem revolucionando as entregas via motoboy, automóveis e aviões desde 2013. Presente em mais de 33 cidades brasileiras com cerca de 100 mil entregas diárias a empresa agora tem que resolver esse abacaxi. Caso a empresa não cumpra a decisão terá que pagar multa de 10 mil por trabalhador irregular. A empresa prometeu recorrer em uma instância superior.

Visits: 883

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.